Se lidar com uma impressora de transferência térmica faz parte da sua rotina, você já deve ter se perguntado qual o melhor tipo de ribbon usar. Afinal, ele é um dos insumos mais importantes para garantir a qualidade da sua impressão. Na hora da escolha é preciso analisar seu desempenho com relação a custo e resistência.

As consequências de não utilizar o produto correto incluem a má definição das margens da etiqueta e problemas no funcionamento da impressora. Ou seja, o ribbon errado ainda gera custos de manutenção e troca da cabeça de impressão muitas vezes antes do previsto.

Neste artigo, mostraremos o que você deve considerar para escolher o melhor tipo de ribbon. Continue a leitura!

Como determinar o melhor tipo de ribbon para a sua impressão?

A resposta para essa pergunta é: depende da aplicação! Isso porque cada um deles é indicado para fins distintos. Existem basicamente três tipos: cera, resina e misto. A diferença entre eles é o material em que a impressão será realizada e o nível de resistência necessário. Com isso em mente, o melhor tipo de ribbon vai depender do tipo de base e da aplicação final.

Agora, conheça abaixo os tipos de ribbon e suas aplicações.

Ribbon de cera

Para começar, temos o ribbon de cera, categoria indicada para impressões em bases porosas, como o papel. Esse tipo é adequado para uso mais simples, como em códigos de barras, tags e etiquetas de preço, uma vez que são itens que não necessitam de alta resistência.

Ribbon de resina

Enquanto isso, o ribbon de resina apresenta como principal característica a resistência. Além disso, ele costuma garantir alta qualidade e durabilidade das impressões, sendo resistente a produtos químicos, exposição solar e água. Aqui, as bases utilizadas devem ser o plástico, BOPP, poliéster e polietileno.

Ribbon misto

Como você pode imaginar, o ribbon misto traz propriedades do de cera e do de resina. Sendo assim uma categoria intermediária. Dessa forma, ele consegue resistir ao calor e à umidade, mas não se dá bem com certos produtos químicos e temperaturas extremas. Ele é indicado para impressão em diferentes tipos de material e para soluções que não precisam de muita resistência e durabilidade. Geralmente, é usado em etiquetas que sofrem algum tipo de atrito, como em transporte de carga.

Qual a diferença entre as classificações standard e premium?

Agora que você já conhece os tipos de ribbon, vamos entender as classificações standard e premium. Essas duas denominações se diferenciam a partir do seu desempenho.

A standard é a categoria de entrada ideal para quem visa o custo, mas não apresenta desempenho satisfatório em todas as aplicações.

os ribbons premium apresentam maior concentração dos componentes, se comparados aos standard. Isso quer dizer que ele se torna ainda mais resistente.

Assim, está evidente que a qualidade de uma etiqueta está ligada às particularidades do ribbon utilizado na impressão. Da mesma forma, a decisão de qual melhor tipo de ribbon depende dos objetivos e condições.

Basicamente, saiba qual a aplicação, escolha a base, o tamanho da impressão, qual o nível de resistência necessário, qual é a impressora e pronto. Você já sabe identificar qual é o melhor tipo de ribbon para o seu caso.

E não se esqueça, conte com a ARMOR-IIMAK para garantir as melhores soluções em transferência térmica.